Assinar
Sociedade

António Bastos deverá estar a viver no Dubai

Empresário de Porto de Mós está desaparecido desde dezembro de 2011. Dubai é uma das possibilidades para a sua atual localização. Fugiu porque foi condenado em 2009 a 13 anos de prisão.

O empresário António Bastos, condenado a 13 anos de prisão por homicídio, e desaparecido desde dezembro de 2011, deverá estar no Dubai.

A informação foi ontem, segunda-feira, divulgada pelo jornal Correio da Manhã, que indica que a Polícia Judiciária estará no seu encalce, após a emissão de mandados de captura. A Interpol também deverá intervir nesta operação, apesar de formalmente ainda não ter sido notificado o pedido de prisão realizados pelas autoridades nacionais.

António Bastos, empresário de Porto de Mós, está desaparecido desde  dezembro de 2011. Em 2009 foi condenado a 13 anos de prisão por matar a tiro um assaltante que havia sido já detido pela GNR. O empresário estava a viver na Figueira da Foz, aguardando, com pulseira eletrónica, a decisão do Supremo Tribunal de Justiça sobre um recurso da condenação.

Autorizado a sair de casa para trabalhar de segunda a sexta-feira, entre as 14 e as 18 horas, o empresário – também administrador da União de Leiria – não regressou à habitação à hora prevista e as autoridades lançaram o alerta do desaparecimento.

O Supremo Tribunal de Justiça analisou o recurso e manteve a pena de prisão, tendo António Bastos desaparecido poucos dias depois para parte incerta.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.