Assinar Edições Digitais
Saúde

Projeto Arte e Autismo pode ganhar novos formatos (fotogaleria)

Um cão, uma árvore ou um ramo de flores foram alguns dos elementos retratados nos trabalhos de jovens da APPDA-Leiria e que estão em exposição na Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria

Pedro, Diogo, André, Tiago, Luís, Gonçalo, Catarina, Duarte, Rúben. Estes são os nomes dos jovens que participaram na segunda edição do projeto Arte e Autismo que chegou ao fim, na última sexta-feira, dia 20, com a inauguração da exposição dos trabalhos pelos nove utentes da APPDA (Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo) de Leiria.

novaUm cão, uma árvore ou um ramo de flores foram alguns dos elementos retratados nos trabalhos, que tiveram início em outubro, nas aulas do curso de Artes, em conjunto com estudantes do 12º ano da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria.

Embora os resultados possam não ser tão rápidos quanto pais, professores e monitores desejariam, João Teodósio, presidente da APPDA – Leiria, entende que o balanço é bastante positivo, podendo mesmo evoluir nos próximos anos para outras áreas.

“Não há deficiências, nem incapacidades. Todos temos capacidade para nos exprimir, uns mais, outros menos. Isto é uma forma de inclusão e esta escola de excelência também olha para a inclusão e ajuda a desenvolver projetos como este. Vamos continuar enquanto quiserem e quem sabe evoluir para a Música e Autismo, Educação Física e Autismo,…”, adianta.

A exposição está patente no átrio da escola durante as próximas semanas.

Fotos: MG e APPDA-Leiria