Assinar
Mercado

Promotores do Leiria Plaza querem abrir em fevereiro com CTT e Ulmar

Uma praça da restauração com 11 estabelecimentos e dois pisos de comércio e serviços para aproveitar a circulação diária de 18 mil pessoas em serviços públicos na zona.

Os promotores do Leiria Plaza estão a anunciar a abertura da galeria comercial para o próximo mês de fevereiro, cinco anos e meio depois das primeiras obras e mais de sete anos volvidos sobre a aprovação pela Câmara Municipal de Leiria.

Neste período, o projeto foi várias vezes alterado, a ideia de incluir caves para estacionamento caiu por terra e as empresas promotoras (Mansos e Habiruivo) chegaram a travar a construção enquanto era renegociado o financiamento bancário.

De acordo com Luz Pedroso, da mediadora Twelvesquare, responsável pela comercialização e gestão do Leiria Plaza, é provável que o empreendimento localizado na esquina da rua Machado Santos com a rua de Alcobaça receba uma estação dos CTT e um supermercado da rede Ulmar.

Os Correios já confirmaram a intenção de ali se instalarem, em substituição das estações de Santana e da avenida Marquês de Pombal. A Parsuper, que detém a rede Ulmar, não quis comentar esta possibilidade.

Segundo Luz Pedroso, um estudo na posse da Twelvesquare aponta para a circulação diária de 18 mil pessoas na zona, entre as oito da manhã e as cinco da tarde, só em serviços públicos (Câmara, tribunais, serviço de finanças, Segurança Social e escolas).

Daí a iniciativa de criar “uma nova praça da restauração” para a cidade, com 11 restaurantes e 350 lugares sentados, no piso zero do Leiria Plaza. Nos pisos 1 e 2 há 32 espaços para comércio e serviços.

A taxa de ocupação atual ronda os 65%. Um jardim interior e 12 habitações de tipologia T1, T2 duplex e T3 completam o projeto.

(Notícia publicada na edição de 12 de dezembro de 2013)

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt

IMG_6748
Cinco anos e meio volvidos sobre as primeiras obras, é este o aspecto do empreendimento (fotografia: Fotos: Joaquim Dâmaso)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.