O final de 2013 trouxe milhões de euros em fundos comunitários às empresas do distrito de Leiria. Só no penúltimo dia do ano foram aprovadas 65 candidaturas.

QREN 1Ao todo, em dezembro, 79 projetos empresariais receberam luz verde do sistema de incentivos do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional, de acordo com os dados disponíveis no site oficial.

O programa europeu de apoio à economia e ao investimento nos estados membros da União transitou entretanto para um novo ciclo, correspondente ao período entre 2014 e 2020.

As candidaturas aprovadas no mês de dezembro – em número consideravelmente mais elevado do que a média dos meses anteriores – significam, então, cerca de 20 milhões de euros de incentivos canalizados para o tecido empresarial do distrito de Leiria através do QREN e do programa Compete.

Globalmente, os promotores comprometem-se a realizar investimentos na ordem dos 30 milhões de euros. Apenas 16 empresas recebem mais de 500 mil euros e somente uma tem ajudas superiores a um milhão de euros.

Em relação aos setores apoiados, destacam-se o fabrico de moldes, plásticos e componentes para automóveis, responsáveis por um quarto dos projetos. Informática, comércio, equipamentos industriais, produtos alimentares, design e comunicação são outros ramos de atividade representados.

Mais de metade das empresas contempladas tem sede nos concelhos de Leiria (28) e da Marinha Grande (18), os dois principais núcleos industriais do distrito. As restantes encontram-se distribuídas por Alcobaça (10), Pombal (7), Porto de Mós (6), Óbidos (5), Batalha (2), Caldas da Rainha (2) e Ansião (1).

O maiores apoios:

1,1 milhões de euros para a criação da empresa Segmentobtuso, no concelho da Batalha, que se vai dedicar à concepção, produção e comercialização de caldeiras a biomassa

860 mil euros para o projeto Green & Archi Wood, da Pedrosa & Irmãos, em Leiria, relacionado com a fabricação de mobiliário de madeira

818 mil euros vai receber a empresa Plásticos Futura, da Marinha Grande, para apoio a um projeto de inovação no fabrico de embalagens

(Notícia publicada na edição de 23 de janeiro de 2014)