Serão poucos os leirienses que terão oportunidade de conviver de perto com dois Papas. Carlos Vieira, o bom­beiro-ciclista, de 62 anos, será um desses sortudos, a partir de amanhã, quarta-feira.

Carlos Vieira e Francisco Palma vão fazer ligação do Vaticano a Fátima em 12 dias (foto: Joaquim Dâmaso)
Carlos Vieira e Francisco Palma vão fazer ligação do Vaticano a Fátima em 12 dias (foto: Joaquim Dâmaso)

Vinte e oito anos depois de ter sido recebido pelo Papa João Paulo II, no Vaticano, Carlos Vieira vai ter uma audiência com o Papa Francisco, também no Vaticano. Depois, tal como em 1986, o ciclista cumprirá 3.000 km de bicicleta até Fátima.

“Foi uma alegria enorme receber a notícia que ia ser recebido pelo Papa Francisco”, conta, salientado que “será uma das vitórias mais importantes” da sua vida.

Dia 23, pelas 10h30, Carlos Vieira e Francisco Palma, companheiro das lides da bicicleta, estarão em audiência com o Papa. A dupla permanece no Vaticano até domingo, dia 27, para as cerimónias de canonização de João Paulo II. Depois é tempo de se fazerem à estrada: Carlos Vieira em cima da bicicleta, Francisco Palma no carro de apoio. Ao longo de 12 dias vão realizar uma média de 250 km/dia, cerca de 10 horas de bicicleta, sem direito a paragem.

Francisco Palma ficará responsável pelo apoio ao ciclista: alimentação, bicicletas suplentes, material de substituição,… “Não vou deixar que falte nada”, adianta. “É como uma Volta a Portugal: eu pedalo e ele prepara tudo”, acrescenta Carlos Vieira. Na mala vão ofertas para o chefe do Estado do Vaticano: uma peça em cristal com o Castelo de Leiria, uma camisola da seleção nacional de ciclismo autografada por Rui Costa e uma camisola da Tonekos.

Em 1986, Carlos Vieira foi recebido pelo Papa João Paulo II
Em 1986, Carlos Vieira foi recebido pelo Papa João Paulo II

D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, e D. Serafim Ferreira, bispo emérito, estarão no Vaticano a acompanhar a partida da dupla e, dia 7 de maio, pelas 20 horas, está prevista a chegada de Carlos Vieira à praça Rodrigues Lobo em Leiria. Dia 8, será completado o trajeto, com ligação a Fátima.

Quase três décadas depois da primeira ligação, Carlos Vieira sabe que não vai ser fácil, mas diz estar preparado. “Quem anda na estrada [a pedalar] é para sofrer, sofrer com fé. São alegrias inesquecíveis estar com dois Papas. Isso ultrapassa qualquer sofrimento”, entende.

 

Marina Guerra (textos)
marina.guerra@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (fotos)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt