Assinar
Sociedade

Farmacêutica de Porto de Mós condenada

Uma farmacêutica de Porto de Mós, com farmácia em Mendiga, foi condenada pelo Tribunal de Santarém, a dois anos de prisão com pena suspensa por igual período, e ao pagamento de 15 mil euros à proprietária de uma farmácia de Santarém.

comprimidosO caso envolve um técnico de informática, de Almeirim, acusado do furto de medicamentos em três farmácias de Santarém e Benavente. Vendia-os posteriormente à farmacêutica de Porto de Mós, por 60 por cento do valor real. De acordo com o jornal O Mirante, o técnico foi condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa, e ao pagamento de 15 mil euros.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.