Assinar
Mercado

Arrendar com Paixão, a marca que propõe namoro à sua casa

Antes de escolher a sua próxima casa, namore com ela. Por carta e ao vivo. É esta a proposta da Arrendar com Paixão, uma nova marca de mediação imobiliária que chega a Leiria.

Antes de escolher a sua próxima casa, namore com ela. Por carta e ao vivo. É esta a proposta da Arrendar com Paixão, uma nova marca de mediação imobiliária que funciona na internet, sobretudo nas redes sociais.

10250045_574796249294313_928385894647505053_nAtravés de uma oferta para oito segmentos, a rede de franchising pretende encontrar o fator emocional que liga determinada pessoa a determinado imóvel. E assim “transformar o ato de arrendar” numa “experiência divertida e menos fastidiosa”, explica Francisco Correia, diretor em Leiria.

Exemplo: T2+1 na Marinha Grande. Reza a carta de apresentação: “Dás-me certezas que vamos caminhar juntos? Sem promessas. Sem juras. Quero só criar memórias contigo. Estou sozinho e despido, pronto para receber o teu toque decorativo. Em troca ofereço-te o Atrium aqui ao lado e uma vista maravilhosa e cheia de luz sobre a cidade que pisca o olho ao mar”.

Além de apostar na escrita criativa, o conceito Arrendar com Paixão baseia-se no poder das redes sociais e do marketing relacional. A marca e os imóveis são promovidos no Facebook e na revista digital BPM’s.

A empresa planeia entrar em breve no mercado de compra e venda. Por enquanto, Francisco Correia sublinha que há oito produtos disponíveis.

“Os mais tímidos podem começar por um blind date, bolsa de oportunidades onde são apresentadas casas mais modestas com uma boa relação qualidade preço. Os mais apressados avançam para um speed date, casas lindas de morrer e desejadas por um elevado número de pessoas. Já os eternos românticos não resistem a um pedido de namoro por carta e fotografia, bem à moda antiga, sendo que os imóveis por norma apresentados neste produto requerem um certo charme e originalidade”, refere.

(Notícia publicada na edição de 12 de junho de 2014)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.