Assinar
Sociedade

Obras da variante dos Capuchos preocupam moradores

O alerta é dos moradores da rua D. Nuno Álvares Pereira e da rua dos Poços, em Leiria: “Há que acautelar a conservação das linhas de água e minimizar as alterações no subsolo, decorrentes das obras na variante dos Capuchos”.

O alerta é dos moradores da rua D. Nuno Álvares Pereira e da rua dos Poços, em Leiria: “Há que acautelar a conservação das linhas de água e minimizar as alterações no subsolo, decorrentes das obras na variante dos Capuchos”.

IMG_4649a
Obras começaram em agosto (fotografia: Joaquim Dâmaso)

O assunto foi levado à reunião de Câmara pelo morador Vitorino Guerra, preocupado com a inexistência de estudos geológicos que assegurem a estabilização dos solos, graças às linhas de água ali existentes – provenientes do bairro dos Capuchos – e o possível aparecimento de fissuras nas habitações, decorrentes das obras que tiveram início no final de agosto.

“Temos tido prejuízo com intervenções que têm acontecido. Era bom que mandasse fazer estudos com carácter de urgência”, disse Vitorino Guerra.

Em resposta, o vereador Lino Pereira adiantou que existe um estudo geológico para a zona de intervenção da obra e que “todo o processo de execução do projeto teve em conta” questões relacionadas com a existência de lençóis freáticos, assim como de achados arqueológicos.

Perante a insistência do morador em garantir que as obras não vão ter impacto nos edifícios, Lino Pereira disse estar atento e assegurar um “acompanhamento constante” da empreitada.

MG

(Notícia publicada na edição de 11 de setembro de 2014)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.