Assinar
Sociedade

CETL cancela torneio nacional devido a contencioso sobre posse dos terrenos

O Clube Escola Ténis de Leiria (CETL) anunciou hoje o cancelamento do V Open Padel Cidade de Leiria, previsto para 29 de setembro a 1 de outubro, devido ao impasse na resolução do contencioso entre a Câmara de Leiria e Arlindo Lisboa, sócio-gerente da sociedade Moniz & Ribeiro, que garante ser o proprietário de um dos terrenos onde foi construído o complexo de ténis de Leiria.

Em comunicado enviado às redações, o clube refere “que o CETL é completamente alheio e tendo ainda em conta as acções intimidativas e imprevistas no normal funcionamento do clube nos referidos equipamentos (campos de ténis e padel)”, em reunião de direção foi decidido o cancelamento do evento desportivo.

Recorde-se que a 11 de agosto passado o acesso aos campos de padel do Clube da Escola de Ténis de Leiria (CETL), em São Romão, foi cortado com troncos. Arlindo Lisboa dividiu ainda os campos de ténis com uma rede, impedindo a utilização do equipamento.

A PSP foi chamada ao local, tendo tomado conta da ocorrência. No final de julho, Arlindo Lisboa usou também troncos para interditar dois dos acessos ao complexo, incluindo a partir da “ponte-sofá” do percurso Polis, na sequência de um diferendo que o opõe há anos à Câmara de Leiria. Prometera então impedir o terceiro acesso ao seu terreno depois de um torneio de ténis que ali aconteceu.

Perante o impasse em que ficou o clube e o acesso ao equipamento que o município considera público, Raul Castro, presidente da Câmara de Leiria, tentou chegar a um entendimento com o reclamante que diz ter ficado prejudicado com o acordo feito há anos entre a autarquia e os anteriores proprietários, em que reivindica o índice de construção correspondente aos 21 mil m2 que diz lhe pertencerem e a isenção de cerca de 80 mil euros de impostos que tem em dívida.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.