Select Page

Tribunal de Leiria condena seis pessoas a prisão efetiva por tráfico de droga

Na operação de janeiro de 2017, a PSP apreendeu 41 quilos de droga, maioritariamente haxixe  Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

O Tribunal de Leiria condenou hoje seis arguidos a prisão efetiva, por tráfico de droga, absolveu cinco pessoas e decretou penas suspensas aos restantes nove suspeitos.

Dos 20 acusados, entre outros crimes, de tráfico de produto estupefaciente, em resultado da operação da PSP de Leiria, em janeiro de 2017, denominada “Bottle”, o coletivo de juízes determinou a prisão efetiva a seis arguidos, atribuindo penas entre os seis anos e três meses e os quatro anos.

Neste processo foram também condenadas outras nove pessoas a penas suspensas entre os três anos e um mês e um ano pelos crimes de tráfico de menor gravidade e detenção de arma proibida.

Os crimes por que estavam acusados outros cinco arguidos “não se provaram” e “na dúvida” o tribunal absolveu os suspeitos.

Um dos arguidos foi ainda condenado a pagar uma multa de 1.750 euros por posse de arma proibida.

Os seis arguidos condenados a prisão efetiva terão ainda de pagar ao Estado 47.960 euros, “a título de produto obtido mediante a transação do estupefaciente”, valor que não é igual para todos os acusados.

Cinco arguidos, agora condenados, vão continuar em prisão preventiva.

A operação “Bottle” de combate ao tráfico de droga foi realizada através da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Leiria e levou à detenção imediata de 16 pessoas, no início de 2017.

No decorrer das diligências, a PSP apreendeu cerca de 40 quilos de estupefaciente (a sua maioria haxixe, mas também liamba e cocaína), mais de 60 mil euros em numerário, cinco balanças de precisão, duas armas de fogo ilegais, outras armas ilegais, munições, oito viaturas, entre outros objetos”.

Na altura, o comissário Bruno Soares adiantou que a operação resultou de uma investigação de cerca de um ano, no âmbito do “combate ao tráfico de estupefacientes” na zona de Leiria.

Este responsável acrescentou que esta apreensão, “tendo em conta a quantidade de droga e de dinheiro apreendido”, foi “uma das maiores operações realizadas pelo Comando da PSP de Leiria”.

“No âmbito de uma investigação da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Leiria, realizou-se uma ação policial de combate ao tráfico de estupefacientes em localidades do distrito de Leiria, sobretudo na área urbana de Leiria, e no distrito de Santarém, que contemplou a execução de 21 buscas domiciliárias”, dando cumprimento a “seis mandados de detenção fora de flagrante delito, dez em flagrante delito por tráfico de estupefacientes e posse de armas ilegais e 14 buscas em veículos”, referiu Bruno Soares aos jornalistas.

“As detenções ocorreram maioritariamente na zona de Leiria”, acrescentou.

Entre o material apreendido, o comissário destacou a detenção de cerca de 40 quilos de estupefacientes, nomeadamente haxixe, liamba e cocaína, cerca de 60 mil euros em numerário, cinco balanças de precisão, duas armas de fogo ilegais, entre outras armas ilegais, munições, oito viaturas, entre outros objetos.

Um fardo, com cerca de 30 quilos, estava na posse de uma só pessoa, disse ainda o comissário.

“Com esta operação, consideramos que conseguimos combater fortemente o tráfico de droga na zona de Leiria, bem como outros crimes que estão associados ao tráfico de estupefacientes, como por exemplo, furtos, roubos ou crime de recetação”, acrescentou Bruno Soares.

Na operação estiveram envolvidos cerca de 80 elementos policiais, a “maior parte da estrutura de investigação e da esquadra da PSP de Leiria”, apoiada “por outras subunidades deste comando”.

Lusa

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This