Assinar Edições Digitais
Leiria

Depósito de estrume provoca maus cheiros e invasão de moscas na quinta de S. Romão, Leiria

Maus cheiros e moscas têm invadido a quinta de S. Romão, em Leiria, nas últimas semanas. A situação já foi participada à PSP. Na origem do problema está a deposição de estrume num terreno situado junto ao Clube da Escola de Ténis de Leiria.

Deposição de lamas num terreno junto ao Clube da Escola de Ténis de Leiria tem provocado maus cheiros e uma invasão de moscas Foto: Joaquim Dâmaso

Maus cheiros e moscas têm invadido a quinta de S. Romão, em Leiria, nas últimas semanas, suscitando várias queixas entre os moradores. Na origem do problema está a deposição de estrume num terreno situado junto ao Clube da Escola de Ténis de Leiria.

A Brigada de Proteção Ambiental (BriPA) da PSP já se deslocou duas vezes ao local após denúncias, nos dias 11 e 25 de setembro, levantou os respetivos autos de notícia mas a situação continua na mesma: as lamas mantêm-se no local.

Ao REGIÃO DE LEIRIA, a PSP informa ter verificado no dia 11 que “tinha sido feita uma descarga” e que encetou, sem sucesso, diligências para tentar identificar o responsável pela descarga.

No dia 25, a PSP voltou ao local tendo constatado a realização de novas descargas. A PSP informou entretanto que já identificou o proprietário do terreno, que foi informado “da obrigatoriedade legal da remoção dos resíduos/estrume”, estando ainda por identificar o autor da infração.

Segundo a PSP, várias descargas, que se apurou serem de estrume de galinha, têm sido realizadas naquele local desde o dia 7 de setembro.

A PSP, que continua a desenvolver “diligências no sentido de reunir matéria indiciária para aplicação de contraordenações à luz da portaria que regulamenta a gestão dos efluentes das actividades pecuárias bem como o apuramento de eventuais responsáveis. remeteu o auto de notícia para a CCDRC – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, com conhecimento ao delegado de Saúde e à Câmara Municipal de Leiria.

Apesar de diversas tentativas, o REGIÃO DE LEIRIA não conseguiu obter esclarecimentos junto destas entidades sobre este assunto.

(Notícia atualizada às 16h45)

MR