Select Page

Grupo Antunes compra e muda Farmácia Avenida de local

A Farmácia Avenida vai mudar para o antiga loja da Caiado 

O Grupo Antunes adquiriu em dezembro a Farmácia Avenida, no centro de Leiria, cujas instalações vão ser transferidas até final de abril para a antiga loja da empresa Caiado, na rua de São Francisco.

Segundo António Antunes, fundador e administrador do grupo, a aquisição “tem a ver com a estratégia de expansão” da empresa e a zona da avenida Heróis de Angola “estar mal servida de serviços farmacêuticos”.

As negociações entre o Grupo Antunes e os proprietários da Farmácia Avenida começaram há cerca de um ano e concretizaram-se em dezembro passado. Sobre novas aquisições, António Antunes refere que a “estratégia será [definida] caso a caso, consoante as oportunidades que surjam”.

Quanto à mudança de instalações, o administrador explica que “a loja atual não tem as condições ideais – devido à área e acessibilidade reduzidas – para o bom funcionamento da farmácia enquanto prestadora de serviços de saúde à população”.

Por outro lado, “o centro de Leiria (avenida e zona envolvente) é um ex-libris da cidade, apesar de se encontrar algo degradado”. “Com este projeto dou o meu contributo à sua dinamização, no seguimento das apostas efetuadas pela câmara com o projeto Polis e pelos promotores da Moagem, não esquecendo que o cruzamento do fim da avenida com o Maringá é a zona de maior circulação de pessoas”, adianta.

Na sua perspetiva, acresce ainda que “o novo local tem mais facilidade de estacionamento, devido aos lugares de parqueamento em frente à farmácia e aos estacionamentos adjacentes ao Maringá e à Fonte Quente, oferecendo este 30 minutos grátis, ambos muito próximos da nova loja. Não deixará de ser a farmácia “da Avenida” apesar de se deslocalizar para uma rua lateral”.

O Grupo Antunes prevê que a inauguração da nova loja aconteça “até 30 de abril”, após um investimento que ronda o meio milhão de euros. No que respeita ao quadro de pessoal, atualmente constituído por cinco colaboradores, “vai sofrer grandes alterações”.

Quanto à situação atual, a nível nacional, do sector das farmácias, António Antunes considera que, “em termos gerais, encontram-se no mesmo estado em que ficaram após o início da crise que atravessaram a partir de 2010/2011, quer do ponto de vista legal, quer relativamente à entrada do mercado de genéricos, quer no que toca à crise mundial, ou seja, não houve melhorias”.

“Neste momento, só se conseguem manter as farmácias pertencentes a grupos que consigam atingir algum volume de negócios, quer com a dispensa de medicamentos e produtos de saúde, quer com a prestação de cuidados de saúde à população”, explica.

O Grupo Antunes, cujo volume de negócios ronda os sete milhões de euros anuais, é constituído por sete farmácias, situadas em Leiria, Santarém, Figueira da Foz e Lourinhã.

Carlos Ferreira
Jornalista
redacao@regiaodeleiria.pt

Mantêm-se as farmácias pertencentes a grupos que consigam atingir algum volume de negócios, quer com a dispensa de medicamentos e produtos de saúde, quer com a prestação de cuidados de saúde”

António Antunes

Administrador do Grupo Antunes

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda com a criação do Museu Salazar?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This