Select Page

GNR desmantela produção de cannabis em “bunker” e detêm três suspeitos em Alcobaça

Operação da GNR levou à apreensão de 249 plantas de cannabis, entre outros materiais Foto: GNR

Um homem e duas mulheres, com 21, 19 e 48 anos, respetivamente, foram detidos ontem, quarta-feira, em Alcobaça, por cultivo e tráfico de estupefacientes, produzidos a partir de um “bunker”.

A GNR de Caldas de Rainha refere em comunicado ter descoberto, durante a operação, um terreno com um alçapão que dava acesso a um “bunker”, equipado “com um sistema de aquecimento e ventilação para auxiliar e otimizar a produção” e que “servia de laboratório de produção de cannabis”.

A operação decorreu de uma investigação desencadeada em outubro do ano passado, pelo Núcleo de Investigação Criminal de Caldas da Rainha da GNR após a detenção de um homem de 44 anos por posse e tráfico de droga.

Identificados novos suspeitos, foram agora realizadas buscas domiciliárias que levaram à deteção de  “várias plantações de cannabis, estufas de produção, zona de tratamento e secagem das plantas e espaços armazenamento, com plantas em diferentes estados de maturação”, entre outro material.

Além de 249 plantas de cannabis, a GNR refere em comunicado ter apreendido um “sistema sofisticado de produção artificial das plantas com 22 lâmpadas de aquecimento, 20 ventoinhas, quatro depósitos de água, duas bombas de calor, um ar-condicionado e transformadores de elevada potência”.

Quatro balanças, uma prensa para fazer placas de haxixe, três carros, uma mota e 260 euros em numerário foram outros artigos apreendidos.

Segundo a GNR, dois dos arguidos encontram-se detidos nas instalações da GNR a aguardar 1º interrogatório judicial, devendo ser ouvidos esta sexta-feira no Tribunal de Instrução Criminal de Leiria.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Acredita que a modernização da ferrovia em Portugal é, de facto, uma prioridade para este Governo?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo