Select Page

Estrelas da seleção nacional jogam em Leiria pontapé de saída de torneio inédito

João Vieira Pinto, Pauleta, Ricardo, Bosingwa, Maniche, Costinha, Tiago, Fernando Meira, Dimas, Paulo Madeira e Nuno Valente são algumas das “estrelas” da seleção nacional que este domingo jogam no municipal de Leiria contra antigos jogadores de Leiria e Santarém

Pizzi jogou por Bragança, João Félix pelo Porto, Bilro representou Setúbal e Lisboa, Tiago Esgaio e Diogo Izata estiveram por Leiria, Simão Sabrosa, Filipe Cândido e Miguel por Lisboa. São muitos os jogadores (e antigos jogadores) que experimentaram aquela que é considerada como a maior competição de formação em Portugal.

Domingo, alguns dos antigos jogadores que passaram pelo Torneio Interassociações Lopes da Silva vão voltar aos relvados, num jogo de antigas estrelas. João Vieira Pinto, Pauleta, Ricardo, Bosingwa, Maniche, Costinha, Tiago, Ricardo Rocha, Nuno Assis, Fernando Meira, Dimas, Paulo Madeira, Nuno Valente e Bruno Basto são algumas das presenças confirmadas entre as “estrelas” da seleção nacional. Do lado dos craques, isto é, de Leiria e Santarém, vão alinhar Bruno Martins, Edgar Pereira, Marco Aurélio, Micael Pedrosa, Nuno Assis, Nuno Fabião, Pedro Emanuel, Ricardo Borges, Rui Guerreiro, Rui Marques e Rui Pereira.

O momento de convívio, pelas 16h15, com entrada livre, será um dos pontos altos da 25ª edição do Torneio Lopes da Silva que, pela primeira vez, é organizado por duas associações distritais de futebol – AF Leiria e AF Santarém – em três municípios, Leiria, Batalha e Ourém.

“É um sinal que queremos dar. A Federação tem procurado descentralizar este torneio e realiza-o por todo o país, nós [AF Leiria e AF Santarém] queremos mostrar que devemos apostar na centralidade, na logística, nas instalações que existem e nos bons exemplos desportivos. Também as organizações e os campeonatos distritais, muito em breve, vão ter que ser organizados por regiões e não por distritos”, explica Manuel Nunes, da Associação de Futebol de Leiria, enquanto Francisco Jerónimo, da AF Santarém, acredita que “vamos viver uma semana intensa, recheada de desportivismo, entusiasmo e fair play”.

Também Hermínio Loureiro, vice-presidente da FPF, enalteceu a importância da prova e deixou rasgados elogios à organização inovadora: “O Torneio Lopes da Silva nesta edição vai ser realizado em dois distritos, sob a organização de duas associações. Souberam dar as mãos e ter estratégia. Esta colaboração pode fazer história e ser um exemplo  para muitas outras situações”.

O responsável descreveu a prova como “uma excelente montra para a deteção de talentos”.

Quem passou por lá, não esquece a experiência. “A minha primeira experiência foi ao serviço da AF Setúbal [1984]. Foi um torneio completamente novo para todos nós. Naquela idade, estávamos todos em êxtase e fascinados”, recorda Luís Bilro, salientado que após a participação foi chamado à seleção nacional.

Também Filipe Cândido – que participou em 1994 – realçou a sã convivência entre os jovens: “A única coisa que queríamos era jogar e participar. Só percebi a importância da prova quando fui chamado à seleção sub15. Aproveitem ao máximo e talvez, daqui a 25 anos, tenham as mesmas memórias que eu”, referiu o atual treinador da União de Leiria. 

Da região não há muitos exemplos que tenham jogado pela AF Leiria no interassociações e vingado como profissionais mas vários representaram outras associações: Ricardo Esgaio, Emílio Peixe são alguns exemplos.

Ainda no domingo, as 22 seleções distritais que vão participar no torneio vão ser apresentadas, dando o pontapé de saída para 56 jogos em cinco dias, com Lisboa e Porto, os únicos vencedores desde 2003, no topo da corrida para a conquista do torneio.

De Leiria, a Associação de Futebol já relevou os 18 atletas convocados. Pode consultar o programa aqui ou na imagem em baixo.

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A Câmara Municipal da Marinha Grande deve comprar as piscinas de São Pedro de Moel?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This