Assinar

Câmara de Leiria quer arrendar Topo Norte às Finanças

Autoridade Tributária está à procura de um espaço em Leiria para reinstalar o Serviço de Finanças e Direção de Finanças de Leiria. Sem conseguir concretizar a venda do Topo Norte, como anunciado em 2017, autarquia entende que arrendamento pode ser a solução.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) está à procura de um espaço em Leiria para reinstalar o Serviço de Finanças e Direção de Finanças de Leiria, através de arrendamento, e o município pensa ter a solução.

É com essa intenção que a Câmara de Leiria vai apresentar uma proposta para o Topo Norte ao anúncio publicado no início do mês pela AT e que procura um local na cidade, “próximo ou de fácil acesso às vias de comunicação rodoviária principal” e com “uma área útil coberta de escritórios com 2.900 m2”, em gabinetes e open space, para instalar todos os serviços de Finanças.

O espaço, refere o anúncio, deve ter ainda área para receber 250 postos de trabalho em escritórios, estacionamento para veículos de serviço (20) e estacionamento exterior (188, incluindo 43 para público).

Depois do Estado não ter avançado com a compra do Topo Norte por 1,3 milhões de euros, após acordo com a Estamo (empresa pública gestora das participações imobiliárias do Estado), em 2017, para instalação destes serviços, a Câmara de Leiria procura através do arrendamento encontrar um destino para aquela área do estádio municipal.

Leia mais na edição de 29 de agosto de 2019.

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.