Em novembro ouve-se jazz de qualidade no Teatro Stephens. O 5º Festival Jazz da Marinha Grande chega de braço dado com o projeto “Região de Leiria – Rede Cultural”, da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, num programa escolhido pelo maestro e saxofonista César Cardoso.

Segundo o município, o festival tem como ambição “sedimentar público”, apostando para isso numa oferta de “diversos tipos de jazz”, tocado por nomes grandes e esperanças da música nacional.

O primeiro concerto é esta sexta-feira, num encontro em palco de Julian Argüelles e Mário Laginha para uma noite de euro-jazz contemporâneo.

Sábado, oportunidade para assistir a três históricos do jazz português, que se juntam como desafio de encontrar ligações entre estilos aparentemente distantes.

Todos os concertos acontecem no Teatro Stephens, a partir das 21h30. Eduardo Cardinho Quinteto e Maria João e Ogre Trio têm entrada livre.

Concertos

15 de novembro
Julian Argüelles e Mário Laginha apresentam um concerto cruzando as raízes do saxofonista britânico e do pianista português. O resultado? Um jazz com notas de fado, folk e música clássica. Entrada: 8 euros

16 de novembro
Lokomotiv, de Carlos Barreto, Mário Delgado e José Salgueiro, mostram na Marinha Grande “Gnosis”, um disco eclético. Entrada: 8 euros

21 de novembro
Eduardo Cardinho Quinteto, liderado pelo vibrafonista de Leiria, mostra “In search of light”. A acompanhar Eduardo estão Ben Van Gelder (saxofone), João Barradas (acordeão midi), André Rosinha (contrabaixo) e Diogo Alexandre (bateria). Entrada livre

22 de novembro
Nelson Cascais e o quinteto MenTor apresentam música de Jorge Reis, numa homenagem ao compositor e saxofonista. O quinteto integra João Mortágua (saxofone), André Fernandes (guitarra), Luís Figueiredo (piano), Nelson Cascais (contrabaixo) e André Sousa Machado (bateria). Entrada: 8 euros

23 de novembro
Maria João e Ogre Trio mostram jazz influenciado pela música portuguesa. À voz de Maria João juntam-se os teclados de João Farinha e a eletrónica de André Nascimento. Entrada livre