A queda de árvores e de estruturas é a principal consequência da passagem da tempestade Elsa até às 20h30 desta quinta-feira, 19, pelo distrito de Leiria.

Segundo a Proteção Civil Nacional, entre as 00h30 e as 20h30 registaram-se 260 ocorrências relacionadas com o mau tempo, que obrigaram à mobilização de 896 operacionais e 301 viaturas, não havendo registo de pessoas feridas.

Os concelhos de Peniche (47 ocorrências), Leiria (43) Caldas da Rainha (29), Alcobaça (28), Marinha Grande (24) e Bombarral (21), são aqueles em que os elementos da Proteção Civil tiveram de intervir mais vezes.

Os danos na rede elétrica, que explicam 23 ocorrências, provocaram cortes no abastecimento de eletricidade em diversas localidades.

A tempestade provocou a queda de 148 árvores no distrito. Houve ainda necessidade de intervir em 37 inundações e 45 quedas de estruturas, além de desabamentos e derrocadas, mas em muito menor número.

Segundo o IPMA, o distrito de Leiria está sob aviso laranja até às 3 horas de sexta-feira, para o vento, com rajadas que podem chegar aos 130 km/h nas terras altas. Amanhã, sexta-feira, o aviso laranja mantém-se entre as 12 e as 15 horas, com previsão de precipitação forte, enquanto o vento diminuirá e deixa o território com aviso amarelo.

A agitação marítima vai prolongar-se na costa até domingo, dia 22, pelas 12 horas.

CF

​Foto: BVMG