A Câmara de Leiria revelou hoje que “recebeu com grande satisfação” as notícias sobre a possibilidade de abertura à aviação civil da Base Aérea de Monte Real.

A nota de satisfação foi expressa esta sexta-feira, em comunicado, divulgado pelo município e surge numa altura em que foram publicados vários artigos na comunicação social dando conta do facto de o ministério das Infraestruturas e Habitação confirmar estar a estudar a possibilidade de instalar um aeroporto civil na Base Área 5, da Força Aérea, em Monte Real, Leiria.

Ontem, quinta-feira, na sua edição impressa, o REGIÃO DE LEIRIA deu conta que Gonçalo Lopes, presidente da Câmara de Leiria, revelou ter trocado impressões com Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e Habitação. “Troquei opinião com o ministro Pedro Nuno Santos e o que me respondeu é que só há uma solução que está em cima da mesa, é Monte Real”, revelou o autarca de Leiria na reunião do executivo da última terça-feira.

“Nunca tivemos dúvidas sobre esta matéria, tanto mais que o primeiro-ministro tinha, em setembro de 2009, afirmado que a abertura da Base Aérea de Monte Real à aviação civil é justa e necessária”, refere Gonçalo Lopes, citado na nota de imprensa hoje divulgada pelo município do Lis.

Ainda de acordo com o mesmo comunicado, “a pretensão do Governo de envolver investimento privado neste projeto está alinhada com o que o Município de Leiria sempre defendeu, tendo já recebido algumas abordagens nesse sentido”.

Esta sexta-feira, o jornal Público escreve que o ministério de Pedro Nuno Santos confirma estar a estudar a possibilidade de abertura da Base de Monte Real ao tráfego civil, “mas garante que não existem ainda decisões”.