O Politécnico de Leiria poderá ter o seu primeiro doutoramento, em associação com a Universidade do Minho, anunciou esta quinta-feira, 20, o presidente da instituição, no âmbito das comemorações dos 30 anos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão.

“O diploma é conferido pela Universidade do Minho, em associação com o Politécnico de Leiria. Pode afirmar-se que o Politécnico de Leiria terá o seu primeiro doutoramento, caso o mesmo seja acreditado pela A3ES [Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior]. A componente letiva e de investigação será repartida de modo equitativo entre as duas instituições de ensino superior”, revelou Rui Pedrosa.

O programa de doutoramento em Fabrico Digital Direto para as Indústrias dos Polímeros e Moldes foi submetido à A3ES e é “intenção das duas instituições de ensino superior que o doutoramento entre em funcionamento já no próximo ano letivo”.

“Neste momento, ainda se aguarda a avaliação do processo submetido à A3ES. O plano é de interface e está completamente dedicado à indústria, incluindo um período de imersão para identificação de problemas, cujas soluções possam ser desenvolvidas no âmbito do doutoramento”, informou ainda Rui Pedrosa.

Lusa