Os profissionais de saúde dos cuidados primários também se debatem com falta de material de proteção individual para garantir a prestação de cuidados aos utentes com toda as medidas de segurança.

Com o aumento de casos de Covid-19 em Portugal, aumentou exponencialmente a procura de máscaras, desinfectantes, batas e luvas por parte dos mais diversos serviços, empresas e particulares.

Os stocks têm rapidamente esgotado e o mercado não tem conseguido dar resposta às necessidades.

Sem alternativas junto dos fornecedores, médicos, enfermeiros e assistentes dos centros de saúde e outras unidades funcionais têm trabalhado com dificuldades acrescida em diversas áreas de atendimento, apurou o nosso jornal.

Ao REGIÃO DE LEIRIA o Agrupamento de Centros de Saúde Pinhal Litoral (ACES PL) confirma carências de material nos diversos serviços, como também dificuldades em adquirir no mercado artigos para proteção e higienização, termómetros e oxímetros.

Reconhecendo o problema, está aberto à doação de materiais por parte de empresas, instituições ou particulares, e indica como ponto de entrega a sede do ACES PL, na avenida Heróis de Angola, nº59, em Leiria (telefone 244 812 200) .

Entretanto, e por “começarem a escassear os equipamentos de proteção individual e material de higienização e limpeza para os profissionais de saúde”, a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Atlântica, da Marinha Grande apelou, nas redes sociais, à solidariedade da indústria marinhense e à comunidade para a doação de materiais (contacto ucspatlantica.sede@gmail.com).

Também um grupo de empresários da zona de Leiria, que pretende manter o anonimato, lançou um apelo “às entidades que encerraram os seus serviços e que tenham na sua posse material médico que o cedam em favor de instituições que estão ao serviço da população”.

“Este é o momento de retribuirmos à sociedade o que tanto nos tem dado”, refere o apelo lançado hoje nas redes sociais.

Lista de material necessário:

– Máscaras descartáveis FFP2 e FFP3
– Solução anti-séptica de base alcoólica (SABA)
– Álcool a 70%
– Toucas descartáveis
– Luvas de Nitrilo (todos os tamanhos)
– Fardas e batas impermeáveis descartáveis (todos os tamanhos)
– Fatos de proteção individual completos (de pintor, todos os tamanhos)
– Pulverizadores para solução desinfetante (até 500 ml)
– Óculos com proteção lateral/viseira
– Proteção para sapatos (cobre-botas)
– Oxímetros
– Termómetros infravermelhos
– Lixívia
– Sabonete líquido
– Ipoclor (Trocloseno a 0.1%)