A requalificação do IC2 e a construção de três rotundas entre Leiria e Boa Vista, concelho de Leiria, deverão ficar concluídas na primeira semana de maio, adiantou hoje a Infraestruturas de Portugal (IP) ao REGIÃO DE LEIRIA.

Com uma taxa de execução estimada em cerca de 90% há cerca de 15 dias, a empresa adiantou então que o ritmo dos trabalhos dependeria das condições atmosféricas para “aplicação de massas betuminosas e execução da marcação horizontal”, faltando ainda aplicar as balizas flexíveis e marcadores.

A empreitada, que arrancou em setembro de 2019 com um prazo de execução de 150 dias (cinco meses), resvalou no tempo. A concretizar-se a nova estimativa, demorou mais três meses do que o inicialmente previsto.

Embora a Câmara de Leiria tenha dado conta em meados de março da suspensão de “todos os trabalhos no IC2” por parte da empresa Mota Engil – Engenharia e Construções, SA, “devido às medidas de contingência relacionadas com a Covid-19”, a IP refere que a obra nunca esteve parada tendo os trabalhos prosseguido ao nível da pavimentação, dos sistemas drenagem, da iluminação, paisagismo e sinalização vertical.

Para finalizar os trabalhos, a IP admitiu ainda a necessidade de alguns condicionamentos de curta duração (de uma a duas horas), nomeadamente aquando da colocação da camada de desgaste nas três rotundas.

A requalificação deste troço do IC2 com cerca de 4,5 quilómetros, contemplou a construção de rotundas nos cruzamentos da Ferrus (foto 1), da Boa Vista (foto 2) e das Figueiras (foto 3) e obrigou a vários constrangimentos e desvios de trânsito.

Reivindicada pela população há mais de uma década, a obra foi adjudicada por cerca de quatro milhões de euros, mais IVA.

Entretanto são esperadas mais três rotundas em estradas nacionais no concelho de Leiria, na sequência do acordo estabelecido entre a IP e o Município: uma na EN242, no cruzamento da zona industrial da Barosa; a segunda na EN109 no centro do lugar de Ortigosa; e a terceira também na EN109 junto à Zona Industrial da Ponte da Pedra (km 163,180).

(Notícia atualizada com correção da data de início da obra que ocorreu em setembro de 2019 e não em 2018 como, por lapso, foi inicialmente referido)