Proclamados desde o início da pandemia como “heróis na linha da frente”, os profissionais de saúde foram desafiados em todas as medidas neste período, nomeadamente no que diz respeito às rotinas de trabalho. Exemplo disso é o que acontece nos centros de saúde, onde foi privilegiada a consulta não presencial para proteção dos utentes e profissionais de saúde.

Artigo exclusivo para os nossos assinantes

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar