Marco Galinha na Futurete, uma das empresas do Grupo Bel
Foto: Facebook de Marco Belo Galinha

A Global Media chegou a acordo com o grupo Bel, do empresário Marco Galinha, com ligações à Benedita, Alcobaça, para a sua entrada como acionista da empresa.

“Os acionistas da Global Media e o grupo Bel chegaram a acordo para a entrada deste na estrutura acionista da empresa”, lê-se numa nota interna a que a Lusa teve hoje acesso.

“Esta parceria, que será formalizada após a conclusão dos devidos procedimentos, visa o relançamento estratégico de um dos principais grupos de referência da comunicação social em Portugal, num momento desafiante para o sector e para o país”, refere a Global Media, dona do Diário de Notícias (DN), Jornal de Notícias (JN), TSF, entre outros títulos, sendo ainda acionista da Lusa.

A Global Media Group (GMG) tem como acionistas a KNJ Global Holdings Limited, com 35,25%, José Pedro Carvalho Reis Soeiro, com 24,5%, Olivemedia, Unipessoal, Lda, com 19,25%, o Novo Banco, com 10,5%, e a Grandes Notícias, igualmente com 10,5%.

A administração da GMG é presidida por José Pedro Soeiro, que assumiu o cargo, com o fim do mandato de Proença de Carvalho, até à eleição do novo Conselho de Administração.

O grupo Bel, que apresentou uma proposta de compra da Media Capital em abril, foi fundado em 2001 por Marco Galinha e tem atividades em vários sectores, entre os quais máquinas de ‘vending’ (máquinas de venda automática) e aeronáutica, e entrou nos media em 2018, através do Jornal Económico.

O empresário Marco Galinha, natural de Rio Maior e sétimo de oito irmãos, é presidente executivo e presidente do Conselho de Administração do grupo Bel, que fundou em 2001.

De acordo com informação disponibilizada do ‘site’ do grupo, Marco Galinha viveu a sua infância e adolescência na vila da Benedita, concelho de Alcobaça, e “desde cedo que se destacou na prática de desporto de alta competição tendo sido Campeão Nacional de Downhill em 1995”.

Em 1996, entra no Instituto Superior Técnico em Engenharia Informática, “optando por não terminar a licenciatura para fundar, aos 20 anos, a sua primeira empresa – a Bel Network Solutions – dedicada ao desenvolvimento de software”.

Em 2007, ingressa na Harvard Business School para se especializar em marketing e gestão.

Há dois anos, além de se tornar acionista da Megafin, detentora do Jornal Económico, com 10%, torna-se, através do grupo Bel, acionista de referência das entidades Active Space Technologies, Active Space Automation e Active Aerogels Lda, dedicadas a áreas de negócio como o espaço e a indústria, é referido no ‘site’.

No ano passado, adquiriu Metalúrgica Luso-Italiana, dedicada ao sector da indústria e detentora da marca Zenite, “e consolida a sua posição na área da distribuição com a aquisição da empresa Augusto Duarte Reis”.

Marco Galinha foi conselheiro no CES – Conselho Económico Social (2016-2019), vogal na CIP – Confederação Empresarial de Portugal (2016-2019) e vice-Presidente da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários (2016-2019).

Em 2016, o empresário foi um dos ‘tubarões’ do programa da SIC “Shark Tank”.