“As salas de aula são geladas no inverno e insuportavelmente quentes no verão”. Este é um dos argumentos esgrimidos pelos 20 deputados do PSD que decidiram avançar com uma recomendação ao Governo.

E o que recomendam? Que avancem, quanto antes, obras de reabilitação e ampliação da Escola Secundária de Porto de Mós.

A apresentação do projeto de resolução que “recomenda ao Governo que promova, com urgência, a ampliação e reabilitação” daquela escola sede do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós, foi hoje anunciada.

Escola necessita de ser requalificada e ampliada defendem os deputados Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

No projeto, os parlamentares referem que a escola com mais de 40 anos, frequentada por cerca de 700 alunos, “tem vários problemas de segurança e de desconforto térmico pelo que requer uma tomada de decisão, urgente na sua reabilitação e ampliação”.

Coberturas de amianto nos sete blocos da escola, bem assim o “estado de degradação” de várias zonas da escola, que incluem muros de sustentação de terras “em perigo de ruir” e pavimento exterior em más condições, “colocam em causa a segurança dos seus utilizadores”, argumentam os parlamentares.

Os deputados social-democratas responsáveis pelo projeto de resolução, recordam ainda que a Câmara de Porto de Mós e a secretaria de Estado da Educação, discutiram, em janeiro, a requalificação e ampliação da escola, “tendo sido manifestada a abertura  do Ministério da Educação para que a intervenção tão necessária ocorra”.

A autarquia, lembram ainda, já propôs a este e ao anterior Governo que a escola secundária seja ampliada e requalificada para que possa receber os alunos que frequentam uma outra escola vizinha, situada na Corredoura.

Trata-se da Escola Básica Dr. Manuel de Oliveira Perpétua, do mesmo agrupamento de escolas. É que “também esse edifício necessita de obras de requalificação que são da responsabilidade do Ministério da Educação”, frisam.

Com a deslocação dos alunos do quinto e sexto anos de escolaridade que frequentam a escola da Corredoura para uma ampliada e requalificada sede do Agrupamento, seriam asseguradas “melhores condições de ensino e aprendizagem viabilizando a melhor articulação pedagógica entre ciclos de escolaridade”, defendem ainda os deputados.

É, reforçam, “absolutamente premente, indispensável e urgente a realização da ampliação e requalificação da Escola Secundária de Porto de Mós”.