Os passeios decorrem no pinhal do Azabucho, junto às instalações da associação Foto: Desprotegidos

Não fosse a pandemia e no próximo domingo, 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, as crianças andariam pelas ruas fora, porta a porta, a pedir o bolinho.

Os planos sofreram alterações e, por isso, a Associação Desprotegidos, em Leiria, vêm propor um “Dia do Bolinho” diferente, a passear os patudos acolhidos nas suas instalações.

As portas da associação têm estado abertas todos os domingos, entre as 10 e as 12 horas, para que os visitantes possam conhecer as instalações e passear os cães, enquanto os voluntários fazem a limpeza do espaço.

Desta vez, as visitas serão adocicadas com o pedido do bolinho e muitas brincadeiras com os amigos de quatro patas. Os passeios acontecem no pinhal do Azabucho, nos Pousos (Leiria), junto às instalações.

Num comunicado, a Desprotegidos explica que o convite se dirige “apenas aos moradores do concelho de Leiria”, recordando a proibição de circulação entre concelhos de 30 de outubro a 3 de novembro, decretada pelo Governo.

A associação pede aos visitantes que “levem máscara e álcool gel próprio” e que “permaneçam na fila à entrada com uma distância de dois metros entre si”, até serem chamados por um voluntário responsável para escolherem o animal e seguirem com o passeio.

Além de obrigar a novas medidas de segurança, a covid-19 tem levado a uma grande quebra na entrega de donativos nas associações de proteção animal e a Desprotegidos não é exceção.

Por isso, além de passear os patudos, os visitantes poderão deixar doações monetárias ou bens materiais na associação.

Estará ainda a decorrer, neste fim de semana, uma campanha de recolha de donativos da Animalife, o Banco Solidário Animal.

No sábado, 31 de outubro, a campanha estará no Continente do Leiria Shopping e no Continente Bom Dia da Gândara e no domingo, 1 de novembro, no Continente Bom Dia da Gândara.

Os bens recolhidos serão entregues a associações de proteção animal locais.