Assinar Edições Digitais
Leiria

Politécnico de Leiria abre ano académico e celebra aniversário de 40 anos

Sessão solene decorreu esta tarde no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria.

40 anos do politecnico de leiria

O Politécnico de Leiria oficializou na tarde desta terça-feira, 3, no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, a abertura do ano académico 2020/2021.

A ocasião serviu também para a instituição assinalar em simultâneo os 40 anos de atividade.

Pedro Lourtie, presidente do Conselho Geral do Politécnico de Leiria, foi quem deu as boas vindas aos presentes numa cerimónia bastante restrita, devido às recomendações da DGS, e lembrou um início de um ano letivo “diferente do habitual”, mas ressaltou o espírito de solidariedade visto na comunidade académica ao longo da pandemia.

“A vida continua”, enfatizou, desejando o melhor período letivo “possível”.

Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, reforçou o “momento particular” mundial e lembrou que muitas são as conquistas positivas ao longo destas quatro décadas de ensino superior da instituição e também no ano de 2020.

“Apesar do contexto, temos razões para celebrar os caminhos passados e os que estão por vir”, disse, citando, por exemplo, o cargo de liderança conquistado frente à iniciativa de Universidades Europeias, Regional University Network, e o financiamento a 100% para tirar todo o fibrocimento da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) até ao próximo ano letivo.

A cerimónia integrou ainda um momento de entrega de prémios, bolsas e distinções que realçaram as boas classificações de estudantes do ensino secundário que ingressam agora no Politécnico, tal como o desempenho de antigos alunos que, graças à sua atividade profissional, se destacam no mercado de trabalho.

Foram ainda homenageados docentes no âmbito de investigação e desenvolvimento científico, para além da concessão de títulos honoríficos a professores com um legado de dedicação à região e a instituições de mérito. Nesta última categoria, receberam uma menção a revista universitária Forum Estudante e a Fundação Calouste Gulbenkian.

Francisco George foi o convidado para a oração de sapiência “A Saúde dos Portugueses: Desafios”. A intervenção do presidente da Cruz Vermelha Portuguesa e antigo diretor-geral da Saúde, antecedeu o momento musical final, protagonizado por Cláudia Pascoal.