Assinar
Caldas da Rainha

GNR apreende 390 quilos de bivalves em Caldas da Rainha

Nesta ação foram ainda identificados três homens, com idades compreendidas entre os 40 e os 58 anos

As autoridades apreenderam ontem, em Caldas da Rainha, 390 quilo de bivalves. A apreensão foi hoje divulgada pela GNR

Foi no âmbito “de uma ação de fiscalização e vigilância do controlo da captura, detenção, transporte e comercialização ilegal de bivalves” que elementos da GNR “detetaram três indivíduos que efetuavam o transporte de 380 quilos de berbigão (Cerastoderma edule) e de dez quilos de amêijoa-macha (Venerupis pullastra), os quais não dispunham de documentação que permitisse determinar a sua origem e rastreabilidade, constituindo um perigo para a saúde pública, tendo sido apreendidos”, adianta a GNR em comunicado.

Caso fossem introduzidos no mercado, os bivalves apreendidos tinham um valor comercial estimado em 1.240 euros, apontam as autoridades.

Bivalves apreendidos tinham um valor comercial estimado em 1.240 euros Foto: GNR

Nesta ação foram ainda identificados três homens, com idades compreendidas entre os 40 e os 58 anos, “tendo sido elaborados os respetivos autos de contraordenação, cujas coimas podem ascender aos 50.000 euros”.

Na nota enviada à imprensa, a GNR salienta que “recursos marítimos devem ser explorados de modo a garantir, a longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pescaria, dentro de uma abordagem de precaução”. Recorda ainda que “a captura, depósito e expedição deste tipo de bivalves, sem que sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidas no consumo, devido à possível contaminação com toxinas”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.