Assinar
Desporto

Cidade Europeia do Desporto 2022 é uma “enorme oportunidade”

A qualidade das instalações desportivas e o dossiê de candidatura impressionaram delegação da ACES Europa e ACES Portugal.

O envolvimento de todos os agentes desportivos, o trabalho realizado para a elaboração do dossiê de candidatura apresentado e a importância que a cidade dá ao desporto foram factores fundamentais para a nomeação de Leiria como Cidade Europeia do Desporto 2022.

A atribuição da candidatura foi conhecida este sábado à tarde, depois de uma comitiva composta pelo presidente da Associação Europeia de Cidades do Desporto (ACES) Europa, o presidente do ACES Portugal, Nuno Santos, e representantes das CED Odivelas 2019 e Lisboa 2020, terem visitado a cidade durante dois dias para avaliar a candidatura de Leiria.

“Este dia é um dia importante porque Leiria fez um trabalho que vale muito e que está refletido no dossiê de candidatura. A presença de todas as modalidades neste livro é muito importante. Este foi um trabalho muito profissional, muito claro e que se traduz num documento de grande valor. É muito importante que todas as escolas  tenham conhecimento da informação que está neste dossiê”, justificou Gian Lupattelli, presidente do ACES Europa

“Leiria fez um trabalho fantástico. Esta manhã [sábado] visitámos 20 sectores de demonstrações desportivas, de todo o género, junto ao rio [Lis, no percurso Polis], e essa demostração é que esta é uma Cidade Europeia de Desporto”, afirmou o responsável europeu, acrescentando que a comissão que esteve em Leiria ficou “muito satisfeita” com a realidade que encontrou.

Lembrou ainda que o apoio do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, e do presidente do Instituto Português da Juventude e Desporto, Vítor Pataco, são também exemplo do empenho da candidatura e de que “este título vale muito”.

Leiria foi a única cidade portuguesa a candidatar-se a receber o título em 2022, depois de num primeiro momento Viana do Castelo também ter manifestado essa vontade. No entanto, meses mais tarde Viana do Castelo acabaria por retirar a candidatura, deixando Leiria isolada na corrida.

Para conseguir obter a nomeação, Leiria necessitou de ter uma avaliação superior a 75 pontos, num total de 100. O valor obtido por Leiria não foi revelado pela organização, que adiantou contudo que “Leiria se preparou perfeitamente para a candidatura”.

“Enorme oportunidade para Leiria”

Carlos Palheira, vereador do desporto da Câmara de Leiria, mostrou-se muito satisfeito com a atribuição e entende que Leiria deve agarrar esta nomeação como uma oportunidade.

“É um prémio coletivo de uma cidade. Dos atletas, dos treinadores, do mundo associativo e de toda a cidade que se envolve não só no desporto formal mas também no desporto informal, que adere às manifestações desportivas que se realizam na cidade”, disse.

Em 2022, num período que se espera já de pós-pandemia, Carlos Palheira acredita que Leiria terá muito a ganhar e todos têm lugar. “A pandemia também nos veio mostrar a importância do desporto como veículo transmissor de saúde e bem estar. Nós temos que nos encontrar, abraçar, escutar uns aos outros e reaprender a socialização que perdemos devido à pandemia. Acredito que é uma enorme oportunidade para Leiria”, afirmou, após a conferência de imprensa.

Para o autarca, a delegação da ACES ficou bastante satisfeita com “a qualidade das instalações” desportivas do concelho, bem como a diversidade de modalidades praticadas.

Nos próximos meses, o trabalho passa pelo planeamento e calendarização de eventos desportivos em Leiria no ano de 2022, sejam eles federados, nacionais ou internacionais, ou de carácter mais informal, para todas as idades e todos os públicos, onde o fair play, o espírito de grupo e o respeito por todos os agentes seja valorizado. “Vamos ser dignos desta nomeação, encará-la com responsabilidade e e esperar ter imenso sucesso”, concluiu.

Foto: Fernando Rodrigues

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.