Assinar
Andebol

Pedro Portela: “Quero muito estar presente nos Jogos Olímpicos”

A seleção de andebol estará pela primeira vez num torneio olímpico e prepara essa participação histórica na Nazaré. O ponta-direita de Leiria promete dar o máximo para integrar o lote final que vai a Tóquio.

A seleção prepara-se na Nazaré e Pedro Portela (quarto a contar da esquerda) está confiante na prestação de Portugal Foto: FAP

Os primeiros dias do estágio inicial de preparação de Portugal foram puxados. Na Nazaré, 20 jogadores procuram a melhor forma e recuperar ritmo para o que aí vem: a estreia de uma seleção nacional de modalidade coletiva de pavilhão nuns Jogos Olímpicos.

Entre o lote que está à ordem do selecionador Paulo Jorge Pereira há um leiriense. Não é novidade: Pedro Portela é um dos trunfos de Portugal na ascensão que a modalidade tem conhecido internacionalmente, com um percurso consistente de presenças e qualificações para as mais importantes provas de seleções.

Os Jogos Olímpicos são o próximo desafio e Pedro Portela, atualmente jogador do Nantes, de França, quer lá estar.

“É o sonho de qualquer jogador e eu não sou diferente. Quero muito estar presente nos Jogos Olímpicos”, afirmou ontem, no final de um treino no Pavilhão da Nazaré, aberto à comunicação social.

O ponta-direita de Portugal vem de “uma época complicada em França”, mas promete estar “pronto a ajudar a seleção”:

“Está um grande ambiente e estamos todos motivados e ansiosos para que cheguem os Jogos Olímpicos e fazermos uma grande caminhada”, diz Portela, que acredita ser possível chegar às medalhas.

Mas antes há que garantir a qualificação na fase de grupos para, depois, “criar novos objetivos, que passarão pelas medalhas”.

“Mas vamos ter uma tarefa difícil para passar o grupo. Depois pensaremos nas medalhas”, afirma.

Entre os selecionados, não se sente pressão pelo facto de cinco atletas do grupo de 20 que está concentrado ter de ficar em Portugal, que só pode viajar com 15 atletas até Tóquio:

“Todos estão a dar o máximo para ter uma oportunidade para entrar no lote e estar nos Jogos Olímpicos. A tarefa difícil [da escolha] fica para o treinador”, concluiu.

Sexta-feira, 2 de julho, Portugal defronta na Nazaré o Brasil, em jogo de preparação agendado para as 12 horas. A seleção fará ainda mais dois estágios até à partida para o Japão a 17 de julho, o derradeiro dos quais também na Nazaré.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.