Assinar
Ourém

Reabertura do Castelo e Paço dos Condes de Ourém à espera do Presidente da República

Conjunto monumental é inaugurado a 27 de julho, após obras que implicaram investimento superior a 2 milhões de euros e que decorreram no último ano e meio.

A inauguração da reabilitação do Castelo e Paço dos Condes de Ourém foi adiada para 27 de julho, para permitir a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje o município.

Prevista para 8 de julho, a reabertura daquele património, recuperado e valorizado numa intervenção que decorreu ao longo de um ano e meio, foi protelada, “por força da disponibilidade de agenda” do Presidente da República.

A intervenção promovida pelo município de Ourém contempla a requalificação dos edificados, a construção de dois passadiços, a implementação de um espaço museológico, entre outros trabalhos de conservação e restauro, que custaram 2.1 milhões de euros, verba financiada em 1.67 milhões de euros pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Monumento nacional desde 1910, o conjunto patrimonial faz parte da vila medieval de Ourém, resultando a presente intervenção de um protocolo de cooperação celebrado entre a Fundação da Casa de Bragança (proprietária do monumento) e o município de Ourém (responsável pela gestão).

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.