Assinar
Sociedade

Campanha “Ajudar não pode parar” apoia famílias carenciadas com material escolar

Iniciativa decorre no LeiriaShopping, até 6 setembro, em parceria com o Banco de Bens Doados da ENTRAJUDA.

foto da fachada principal do edifício do LeiriaShopping

Até 6 de setembro, o LeiriaShopping convida os seus visitantes e clientes a apoiarem famílias carenciadas através da doação de material escolar novo. O centro comercial de Leiria é um 18 geridos pela Sonae Sierra que aderem à segunda edição da campanha nacional “Ajudar não pode parar”.

Realizada em parceria com o Banco de Bens Doados da ENTRAJUDA, a iniciativa tem como objetivo angariar material escolar no valor de 70 mil euros para doação a mais de três mil crianças de famílias carenciadas.

Nota de imprensa enviada às redações explica que “a entrega de conjuntos de material escolar pretende aliviar o orçamento destas famílias no regresso às aulas e tem como ambição contribuir para prevenir casos de abandono e insucesso escolar”.

No LeiriaShopping, a recolha de materiais novos está a decorrer junto ao hipermercado Continente. Os materiais escolares a doar podem ser cadernos, resmas de papel, lápis de carvão, canetas esferográficas, lápis e canetas de cor, réguas, tesouras, borrachas, estojos e mochilas.

A mesma nota esclarece que “as crianças que vão receber estes kits escolares pertencem a famílias previamente sinalizadas que recebem apoio nas instituições identificadas para a Campanha pelo parceiro Banco de Bens Doados da ENTRAJUDA, instituições estas que estão inseridas na freguesia do Centro e adjacentes”.

Esta é a segunda edição do projeto “Ajudar não pode parar”, lançado pela Sonae Sierra. A primeira edição foi destinada à recolha de bens alimentares para entrega a famílias carenciadas, durante o confinamento, e angariou um total de 36 mil quilos de alimentos, contribuindo para mais de 70 mil refeições – 4 mil das quais angariadas no LeiriaShopping.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.