Assinar
Ténis

Campos do CETL recebem torneio internacional de ténis

A prova da Federação Internacional de Ténis (ITF) vai contar com tenistas oriundas de 22 nacionalidades, com destaque para um forte contingente australiano.

É já na próxima segunda-feira, dia 6, que os courts do Clube Escola de Ténis de Leiria (CETL), em São Romão, Leiria, vão receber os primeiros jogos do Leiria W25, torneio internacional feminino pontuável para o ranking mundial, com um prémio no valor de 25 mil dólares.

A prova da Federação Internacional de Ténis (ITF), que decorre até dia 12, vai contar com tenistas oriundas de 22 nacionalidades, com destaque para um forte contingente australiano.

A russa Anna Kalinskaia, atual 133.ª na hierarquia mundial, a australiana Maddison Inglis, 145.ª, a russa Vitalia Diatchenko (146.ª) ou a francesa Tessah Andrainjafitrimo, nº 202 do ranking mundial, são algumas das participantes, onde figuram também as portuguesas Francisca Jorge, Inês Murta, Matilde Jorge e Elizabet Hamaliy.

A organização deste torneio é a concretização de um objetivo da recente direção do CETL, presidida por Gonçalo Jacinto.

“Será um grande torneio internacional, que acaba por acontecer mais cedo do que imaginávamos, muito importante para a cidade e com um elevado acréscimo de qualidade”, explica, acreditando que a competição será “uma montra” do trabalho desenvolvido no CETL e pode ajudar a crescer o número de praticantes no clube.

O Leiria W25 faz parte de um conjunto de torneios internacionais na zona centro do país. Depois de Leiria, as tenistas vão também participar em provas em Caldas da rainha e em Santarém.

Praticado ao ar livre, o torneio possibilitará a presença de público, segundo orientações da DGS, para acompanhar as prestações das 32 tenistas do quadro principal e das 16 da fase de qualificação, em partidas singulares e pares.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.