Assinar
Ourém

Escola de Hotelaria de Fátima ganha prémio de I&D com a Rota Carmelita

Os “Hospitality Education Awards” são dedicados à formação turística em Portugal

A diretora-executiva da Insignare, Carina João Oliveira, e Elisabete Marques, da direção técnico-pedagógica da EHF

A Escola de Hotelaria de Fátima (EHF) foi galardoada com um prémio nacional nos “Hospitality Education Awards”, dedicados à formação turística em Portugal, com o projeto Rota Carmelita.

A competição é promovida pelo Fórum Turismo que distingue projetos, instituições e pessoas que se destacam no sector da hotelaria e turismo.

A EHF estava nomeada como finalista em duas categorias e venceu o Prémio de Inovação e Desenvolvimento (I&D), entregue numa cerimónia que decorreu na segunda-feira, dia 27, no auditório da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril.

“É um reconhecimento do trabalho diário de professores, alunos e funcionários, que todos os dias fazem acontecer projetos na nossa escola. Este é só mais um, mas não é um qualquer”, disse a diretora-executiva da Insignare, Carina João Oliveira, após a cerimónia.

“É importante conseguir estimular e manter uma cultura de inovação nas escolas. Se não nós, então quem? Mesmo num tempo em que há escassez de financiamentos e torna-se muito desigual competir com o Estado, damos o melhor de nós para poder trabalhar estas áreas (I&D)”, adiantou.

Na cerimónia de entrega dos prémios esteve também Elisabete Marques, da direção técnico-pedagógica da EHF, que coordenou e acompanhou o trabalho dos alunos integrados no projeto Rota Carmelita.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.