Assinar
Alcobaça

Estradas de Alcobaça estão no mapa negro de acidentes rodoviários com vítimas mortais desde o início do ano

Os números da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária colocam a rede rodoviária do município entre as mais mortais do País nos primeiros seis meses deste ano.

Desde o início deste ano, morreram quatro pessoas nas estradas municipais de Alcobaça, na sequência de quatro acidentes rodoviários. Os números, que constam do último relatório de sinistralidade e fiscalização rodoviária, divulgado a 27 de agosto pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), colocam a rede rodoviária do município entre as mais mortais do País nos primeiros seis meses deste ano.

Nos últimos seis meses, a ANSR registou no concelho de Alcobaça um despiste, fora das localidades, que provocou uma vítima mortal e uma colisão, igualmente fora das localidades, que provocou duas vítimas mortais. Na Macarca, na freguesia de Alfeizerão, uma colisão resultou também numa morte.

Ainda no concelho de Alcobaça, mas numa IP, lamentou-se um atropelamento mortal no Itinerário Complementar 2.
Apenas as estradas sob gestão da Brisa (onde se registaram sete vítimas mortais) e pelas vias da Infraestruturas de Portugal (50 vítimas mortais), superam os números das estradas municipais de Alcobaça.

No primeiro semestre do ano, verificou-se também um aumento do número de acidentes no distrito de Leiria. Foram registados, entre janeiro e junho deste ano, 577 acidentes com vítimas, o que representou um aumento de 8,3% em relação a 2020, quando se registaram 533 acidentes da mesma tipologia.

Mas, no mesmo período de tempo, o número de vítimas mortais baixou para metade: em 2020 lamentaram-se 12 mortes nas estradas do distrito de Leiria, em 2021 foram seis. Houve mais feridos graves (46 contra os 34 no ano anterior) e mais feridos leves (666 em 2021 e 606 em 2020).

4

Número de vítimas mortais na sequência de acidentes rodoviários nas vias municipais de Alcobaça, registado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, entre janeiro e junho de 2021. Há ainda a lamentar uma morte num acidente que ocorreu no IC2

Além das cinco vítimas mortais, quatro em acidentes rodoviários ocoridos em estradas municipais e quatro no IC2 no concelho de Alcobaça, também o concelho de Pombal lamentou uma morte na sequência de um acidente no IC8.

Os resultados sobre sinistralidade rodoviária deste relatório têm por base dados disponibilizados pelas entidades fiscalizadoras (GNR e PSP) e os resultados assentam no critério de vítimas a 24 horas, ou seja, os óbitos considerados são os ocorridos no local do acidente ou durante o transporte da vítima até à unidade de saúde.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.