Assinar
Autárquicas 2021

Leiria: PS repete façanha com Gonçalo Lopes e elege oito vereadores

PAN perde o seu representante na Assembleia Municipal, o CDS-PP um de dois e o PSD um de dez. Já o CHEGA elege dois deputados e a Iniciativa Liberal um. PS mantém 18, e CDU e BE um cada.

A lista encabeçada por Gonçalo Lopes à Câmara de Leiria repetiu o resultado de há quatro anos e voltou a eleger oito dos 11 vereadores com assento no executivo municipal.

Integram ainda a equipa socialista Anabela Graça, Ricardo Santos, Ana Valentim, Carlos Palheira, Ricardo Gomes; Catarina Louro e Luís Lopes.

Os restantes três lugares continuam a ser ocupados pelo PSD, passando a oposição a ser liderada por Álvaro Madureira. Foram ainda eleitos Daniel Marques e Branca de Matos.

Com 31.658 votos, o PS conquistou 52,47% dos eleitores, enquanto o PSD convenceu 13.502 eleitores (22,38%).

Três das 18 freguesias do concelho mudaram de cores, tendo o PS ganho em 15 (menos uma do que há quatro anos) e o PSD em três (mais uma).

O PS convenceu o eleitorado da União de Freguesias de Santa Catarina da Serra e Chainça, que reelegeu José Artur Ferreira que no mandato anterior ganhou a Junta pelo PSD.

E manteve Amor, Arrabal, Caranguejeira, Coimbrão, Colmeias e Memória, Leiria, Pousos, Barreira e Cortes, Maceira, Marrazes e Barosa, Milagres, Monte Real e Carvide, Monte Redondo e Carreira, Parceiros e Azoia, Regueira de Pontes e Santa Eufémia e Boavista.

Já os sociais-democratas conquistaram ao PS as freguesias da Bajouca e da Bidoeira de Cima, e mantiveram a União de Freguesias de Souto da Carpalhosa e Ortigosa.

PAN perde deputado na Assembleia Municipal, CHEGA elege dois e Iniciativa Liberal um

Com os resultados da maior freguesia do concelho (Leiria, Pousos, Barreira e Cortes) apurados às 3 horas desta segunda-feira, foi também conhecida a distribuição dos eleitos à Assembleia Municipal. De entre os 33 deputados eleitos por voto direto, o PS volta a ocupar 18 lugares, enquanto o PSD perde um de dez.

Saíram ainda derrotados o PAN, que perdeu o seu único representante, e o CDS-PP – que concorreu nestas autárquicas em coligação com o Partido da Terra – que perdeu um de dois.

Já o CHEGA estreia-se na Assembleia Municipal com dois elementos e a Iniciativa Liberal com um.

Nem a CDU nem o Bloco de Esquerda conseguiram reforçar a sua participação mantendo um deputado cada.

A abstenção rondou por sua vez os 46,20%, ultrapassando a taxa registada em 2017: cerca de 45,40%.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.