Assinar
Autárquicas 2021

Raul Castro promete novo ciclo na Batalha e PSD reconhece derrota

Raul Castro regressa à presidência 32 anos depois.

Raul Castro promete uma gestão de rigor e aponta para a necessidade de auditar as contas da Câmara da Batalha.

O recém-eleito presidente da Câmara da Batalha, Raul Castro, aponta para a necessidade de inaugurar um novo ciclo no concelho.

Paulo Bastista Santos, candidato do PSD, derrotado nesta noite eleitoral, não comentou os resultados. Na sede de candidatura, os comentários foram remetidos para um comunicado publicado na página de Facebook da candidatura.

“Aceitamos democraticamente a derrota e os resultados destas eleições autárquicas, e acima de tudo respeitamos a vontade dos batalhenses. Foi uma honra e um privilégio servir o concelho da Batalha durante oito anos”, refere o documento que não surge assinado.

“Agora têm a minha e a nossa palavra em como vamos cumprir o nosso mandato e continuar a trabalhar em prol do desenvolvimento da Batalha, desta feita na oposição, sempre de forma construtiva”, reforça a nota do PSD que endereça ainda os parabéns a Marco Vieira “que renova o seu mandato na freguesia de São Mamede”.

Tudo indica que a candidatura do movimento “Batalha é de todos” assegura maioria absoluta no município e na assembleia municipal. Conquistou ainda as juntas de freguesia da Batalha, Golpilheira e Reguengo do Fetal.

Ao REGIÃO DE LEIRIA, em reação à mudança de ciclo na Batalha, António Lucas, antigo presidente eleito pelo PSD e mandatário da candidatura de Raul Castro, considerou que o resultado desta noite é prova da inteligência do eleitorado da Batalha, adiantando que ao longo da campanha percebeu que a mudança de força política dominante na Batalha era provável.

Pela primeira vez na sua história democrática, os resultados eleitorais autárquicos na Batalha não resultaram numa vitória do PSD ou do CDS-PP. De resto, tudo indica que mais de 50 por cento dos votos expressos dos batalhenses foram canalizados para forças partidárias que não concorreram em 2017: o movimento “Batalha é de Todos”, Chega e Iniciativa Liberal.

Resultados finais para a Câmara da Batalha

Ainda assim, o CDS-PP manteve-se a terceira força mais votada ainda que, ao que tudo indica, tenha perdido o único vereador que dispunha.  

Na Assembleia Municipal da Batalha, o movimento independente elege uma dezenas de elementos e o PSD elege oito deputados. O CDS-PP conta agora com apenas um eleito (foram eleitos três em 2017) e Chega e Iniciativa Liberal estreiam-se com um deputado municipal eleito, cada.

Notícia atualizada à 1h26 com quadro de resultados finais

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.