Assinar
Ansião

Utentes do IC8 protestam “piso desgastado” em marcha lenta

Para Guilherme da Cruz, um dos organizadores desta marcha, “o estado atual do IC8 carece de uma requalificação urgente”

O grupo “Utentes do IC8” está a organizar uma marcha lenta através das redes sociais, que decorrerá no itinerário entre Pedrógão Grande e Pombal, no próximo dia 7 de novembro, com o objetivo de alertar as entidades competentes para a urgência na realização de obras que resultem na redução da sinistralidade.

A iniciativa terá início na Zona Industrial de Pedrógão Grande, às 09h00, e terminará no Parque Industrial Manuel da Mota, em Pombal.

Guilherme da Cruz, o fundador do grupo e um dos organizadores desta marcha, revela, em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA, que “o estado atual do IC8 carece de uma requalificação urgente”. Em 2019, foi precisamente a preocupação com a sinistralidade deste itinerário, que percorria diariamente, que o levou a criar este grupo no Facebook e que, atualmente reúne mais de 9 mil seguidores.

O ansianense conta que, apesar de se encontrar a viver no norte do País, por motivos familiares, tem por hábito visitar Ansião (a sua terra-natal), “quase todos os fins de semana” e que, atualmente, a maior preocupação do grupo “Utentes do IC8” é o estado do piso deste itinerário que se encontra “muito desgastado”.

“Em algumas zonas, já não há alcatrão e um veículo que faça uma travagem naquele piso, muito provavelmente, terá um acidente”, lamenta, alertando que “em 30 anos, nunca houve obras de requalificação neste itinerário”.

“O nosso objetivo com esta marcha é que façam obras porque, infelizmente, o piso como está, atualmente, está caótico”, defende. Até ao momento, já manifestaram interesse em participar nesta marcha cerca de 50 pessoas.

“São utentes da IC8 provenientes de diferentes localidades, como Pombal, Ansião, Pedrógão Grande e Sertã”, revela Guilherme da Cruz, informando que para participar na marcha, “basta entrar em contacto com o grupo ‘Utentes do IC8’, na página de Facebook, e apresentar máscara de proteção e o ‘certificado nacional de vacinação C

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar