Assinar
Porto de Mós Exclusivo

Centros de saúde a “meio gás” com falta “muito grave” de médicos

A situação é “muito grave” concordam município e associação de utentes. Administração Regional de Saúde reconhece que situação é “complexa”

Com apenas metade dos médicos em funções, com polos nas freguesias incapazes de prestar cuidados médicos, Porto de Mós vive um momento complicado na rede pública de cuidados primários de saúde.