Assinar
Legislativas 2022

Objetivos do Chega em Leiria foram atingidos, diz vice da distrital

Partido conseguiu eleger um deputado no distrito, “roubando” o lugar ao Bloco de Esquerda.

Os objetivos estavam traçados desde o primeiro dia da candidatura – conseguir o terceiro lugar como força política nacional e eleger, no mínimo, um deputado em Leiria – e foram concretizados.

O Chega elegeu o cabeça-de-lista Gabriel Mithá Ribeiro, em Leiria, resultado conhecido apenas com a divulgação das votações da última freguesia apurada no distrito: Marrazes e Barosa, no concelho de Leiria.

Tal como em 2019, PS e PSD conseguiram eleger nove deputados. O décimo foi atingido pelo Chega, ao contrário das últimas legislativas em que o Bloco de Esquerda elegeu.

“A eleição do deputado do Chega [em Leiria] é fruto do trabalho da Comissão Política Distrital e do presidente da distrital Luís Paulo Fernandes, bem como do trabalho e empenho do presidente do partido, André Ventura, no parlamento”, disse Rui Fernandes, vice-presidente da comissão política distrital, em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA.

Em Leiria, o Chega esteve reunido na sede do partido, mas sem a presença de Gabriel Mithá Ribeiro, deputado eleito, e Luís Paulo Fernandes, presidente da Comissão Política Distrital, que se juntaram a outros elementos do partido em Lisboa.

“Este resultado representa aquilo que faltava em Portugal, uma verdadeira direita”, acrescentou Rui Fernandes.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar