Assinar


Fátima

Novo bispo de Leiria celebra primeira missa no Santuário de Fátima em 20 de março

Celebração no Santuário acontecerá uma semana depois da sua entrada formal na diocese

O futuro bispo de Leiria-Fátima, José Ornelas, que entra na diocese no dia 13 de março, vai presidir à primeira missa no Santuário de Fátima, como responsável máximo pelo maior templo mariano do país, no dia 20 de março.

O Santuário de Fátima anunciou hoje que José Ornelas, até agora bispo de Setúbal, presidirá “pela primeira vez como bispo titular da diocese, e responsável máximo pelo Santuário de Fátima, à missa das 11:00, no dia 20 de março, na Basílica da Santíssima Trindade”.

“A celebração no Santuário acontecerá uma semana depois da sua entrada formal na diocese com uma celebração própria na Catedral leiriense, no dia 13 de março, às 16:00”, adianta a informação do Santuário.

O também presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, qualidade em que já presidia ao Conselho Nacional do Santuário, foi nomeado para Leiria-Fátima, no dia 28 de janeiro, depois do Papa Francisco ter aceitado o pedido de resignação do cardeal António Marto.

“Vou com muita expectativa e o projeto que levo é o de uma Igreja sinodal”, disse José Ornelas aquando da nomeação, sublinhando que “Fátima ressoa (…) aqui em Portugal e no mundo, como um lugar muito especial e uma referência da presença de Deus na História, uma história complicada”.

José Ornelas, de 68 anos, foi nomeado bispo de Setúbal em 24 de agosto de 2015, substituindo no cargo Gilberto Canavarro dos Reis, sendo presidente da CEP desde 16 de junho de 2020.

Natural do Porto da Cruz, na ilha da Madeira, onde nasceu em 05 de janeiro de 1954, fez o seu percurso religioso na Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos), tendo sido ordenado padre em 09 de agosto de 1981.

Foi superior da Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus, cargo que assumiu em 01 de julho de 2000, tendo sido eleito superior geral dos Dehonianos em 27 de maio de 2003, cargo que ocupou até 06 de junho de 2015.

Especialista em Ciências Bíblicas, doutorado em Teologia Bíblica pela Universidade Católica Portuguesa, José Ornelas chegou a fazer formação missionária em Moçambique.

Quanto ao cardeal António Marto, que completa 75 anos no próximo mês de maio, alguns problemas de saúde terão contribuído para que tivesse pedido ao Vaticano a sua substituição, quando se esperava que pudesse continuar mais algum tempo à frente da diocese de Leiria-Fátima.

António Marto nasceu em Tronco, Chaves, em 05 de maio de 1947, tendo estudado nos seminários de Vila Real e Maior do Porto, sendo ordenado padre em Roma, em 07 de novembro de 1971.

Especializado em Teologia Sistemática, na Pontifícia Universidade Gregoriana, concluiu o doutoramento em 1977 com tese sobre “Esperança cristã e futuro do homem. Doutrina escatológica do Concílio Vaticano II”.

Depois de ter dado aulas no Seminário Maior do Porto e na Universidade Católica, foi nomeado bispo auxiliar de Braga em 10 de novembro de 2000 (a ordenação episcopal decorreu em Vila Real, em 11 de fevereiro de 2001), depois bispo de Viseu, em 22 de abril de 2004, e bispo de Leiria-Fátima, em 22 de abril de 2006.

Como titular da diocese de Leiria-Fátima recebeu no Santuário da Cova da Iria os papas Bento XVI, em 2010, e Francisco, em 2017, no âmbito do Centenário das Aparições de Fátima e da canonização dos videntes Francisco e Jacinta Marto.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados