Assinar
Cultura Exclusivo

Exposição e performance confluem entre transparências no Moinho de Papel

A artista plástica Ana Luísa Cunha e a performer Inesa Markava revelam o resultado do encontro entre residências artísticas.

O resultado do encontro entre as residências artísticas de Ana Luísa Cunha e Inesa Markava é revelado no Moinho do Papel

Nos últimos meses, Ana Luísa Cunha embrenhou-se nas múltiplas existências que fizeram e continuam a fazer a história do Moinho do Papel. Esse exercício ganha forma de exposição a partir deste sábado, 12 de março, com uma singularidade: o que emerge resulta também da confluência da residência da fotógrafa e artista plástica com “Museus Imaginários 6.0”, programa da bailarina e criativa Inesa Markava em vários espaços culturais de Leiria, que é um abraço entre conceito e movimento.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados