Assinar
Marinha Grande

GNR devolve ao rio Lis três quilos de meixão apreendidos junto à foz

Foram ainda identificados dois suspeitos de pesca ilegal deste tipo de enguia.

O meixão foi devolvido ao rio por estar vivo GNR

Cerca de três quilos de meixão em estado juvenil foram apreendidos pela GNR no passado sábado junto à foz do rio Lis, na Praia da Vieira, concelho da Marinha Grande.

Por estar vivo, o meixão foi devolvido ao seu habitat natural, explica a GNR num comunicado, referindo que foram ainda identificados dois suspeitos, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial da Marinha Grande.

A apreensão decorreu no âmbito de uma ação de fiscalização, que levou à deteção e apreensão de “artefactos frequentemente utilizados para a captura ilegal de meixão” e considerados “extremamente nocivos à fauna existente” devido às suas características.

“A enguia europeia (Anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo”, alerta ainda a GNR, referindo que a pesca ilegal tem impedido “o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie”.

Quanto ao valor do meixão, no mercado final (países europeus e asiáticos), “varia consoante os meses e pode alcançar seis mil euros por quilo”, acrescenta.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar