Assinar
Mercado

“Primeiro projeto de energia solar flutuante” vai ser construído na barragem do Cabril

Vai fornecer energia verde equivalente ao consumo de 70.300 habitantes e a “Voltalia garantirá o desenvolvimento, construção e operação da central”

Joaquim Dâmaso

A Voltalia, uma empresa internacional de energias renováveis, acaba de anunciar que “ganhou o primeiro projeto de energia solar flutuante em Portugal”, a instalar na barragem do Cabril, no Rio Zêzere, entre os concelhos de Pedrógão Grande (distrito de Leiria) e Sertã (Castelo Branco).

“O projeto foi ganho num leilão organizado pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática, representa uma capacidade total entre 33 e 40 megawatts, dependendo da otimização final, e um contrato de venda de energia de 15 anos”, adianta a empresa.

Com 33 hectares, a central vai fornecer energia verde equivalente ao consumo de 70.300 habitantes e a “Voltalia garantirá o desenvolvimento, construção e operação da central”.

“A expectativa é de que o projeto seja comissionado até 2026. As receitas serão suportadas por um contrato de 15 anos atribuído pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática, prevendo um preço de 41.025 euros por megawatt-hora”, adianta em comunicado.

João Amaral, diretor da Voltalia em Portugal

“Estamos muito orgulhosos por aumentar o nosso próprio portfólio em Portugal e o nosso negócio de clientes terceirizados. Estamos ansiosos para construir nossa primeira central solar flutuante, que criará novas oportunidades nesta área e noutros países onde a Voltalia está ativa”, adianta o CEO da Voltalia, Sébastien Clerc.

“Ao beneficiar de níveis excecionais de sol e água refrigerando os painéis e evitando o superaquecimento, o projeto será altamente eficiente e garantirá um alto retorno”, destaca, por seu turno, diretor da Voltalia em Portugal, João Amaral.

No total, a empresa e a sua subsidiária Helexia têm 270 colaboradores em Portugal. O grupo conta com mais de 1.300 colaboradores e está presente em 20 países de três continentes.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar