A vista privilegiada para o mosteiro poderia ser o ponto alto da casa, mas é o receituário gastronómico, de origem portuguesa e aliado a influências europeias, que explica a boa fama do sítio. O resultado vai ao encontro de ingredientes locais acompanhados de técnicas vindas do estrangeiro, e pode ser visto tanto no lombo de bacalhau com crosta de ervas finas quanto nos filetes de robalo com gambas salteadas em azeite de tomilho. Vindo da terra, o tornedó beirão traz acompanhamentos comuns: batata frita e legumes salteados. Para todos os dias, em formato económico, há também sugestões do chef a 15 euros, com bebida.