Cândido Oliveira

Advogado da Câmara de Ourém condenado por ofensa ao Santuário de Fátima

O advogado do município de Ourém, Cândido Oliveira, foi condenado a 130 dias de multa e a pagar uma indemnização de três mil euros ao Santuário de Fátima, num processo que lhe era movido por ofensa.

Pergunta da semana

A lei da paridade deve ser alterada para equilibrar o número de homens e mulheres como cabeças de lista aos órgãos autárquicos?

Responder agora

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.