Ricardo Salgado

Sócrates acusado de ter recebido 24 milhões de euros para beneficiar empresas

O Ministério Público acusou José Sócrates de, enquanto primeiro-ministro, receber mais de 24 milhões de euros, entre 2006 e 2009, em troca do favorecimento ilegal de interesses do Vale do Lobo, Grupo Espírito Santo e Portugal Telecom e Grupo Lena.

Pergunta da semana

Concorda com a introdução de serviços de partilha de trotinetes na região?

Responder agora

Maria João Gago: “BES foi o maior centro de poder do país”

O retrato da ascensão e queda de Ricardo Salgado dá corpo ao livro “O último banqueiro”. O antigo presidente do banco Espírito Santo é descrito como um homem frio, racional e centralizador, que inspirou reverência junto de vários governos.

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.