A Câmara Municipal de Ourém prevê gastar meio milhão de euros na cidade de Fátima para a visita do papa Bento XVI, de 11 a 14 de maio, anunciou hoje o vereador da autarquia Nazareno do Carmo.

No final da última reunião de trabalho da preparação da peregrinação de Bento XVI, que reuniu 24 entidades em Fátima, Nazareno do Carmo afirmou que os investimentos em curso são “na ordem dos 500 mil euros”.

Alcatroamento e sinalização de ruas, limpeza de terrenos que vão ser parques de estacionamento, num total 24, incluindo os do santuário, e arranjo de árvores que perturbam a iluminação são alguns dos trabalhos em curso.

A estes soma-se o aluguer de grades de proteção para ordenação do tráfego rodoviário – cerca de 4000, metade das quais emprestadas – ou de 58 casas de banho portáteis.

Nazareno do Carmo referiu que se trata do investimento “possível”, numa alusão às dificuldades financeiras do município e para as quais foi anunciado em março um plano de recuperação.

“Há investimentos que estamos a fazer que não temos a certeza se iremos ter, digamos, um orçamento extra para os cobrir”, reconheceu, revelando-se esperançado de que a presença esta semana no concelho do secretário de Estado da Administração Local possa “trazer algumas boas notícias e algum dinheirinho extra”.

Apesar dos problemas de ordem financeira, o vereador salientou que se trata de uma “situação de exceção” e reiterou a disponibilidade da Câmara Municipal em que “tudo corra bem e que saiam dignificados o nome, quer do país, quer da cidade de Fátima e do município de Ourém”.

“Fátima, nestes momentos, mas não só, nos períodos de picos mais altos, é o espelho deste país para muita gente que nos visita de todo o mundo”, declarou, acrescentando que nesse sentido a cidade tem obrigação de se apresentar nas “melhores condições”.

O vereador adiantou que, no início do mandato, um levantamento sobre as necessidades da cidade-santuário apontou para a necessidade de investimentos na ordem dos 30 milhões de euros.

“Os custos estão determinados mas as limitações são muitas”, comentou, garantindo que está tudo a postos para receber o papa.