Select Page

Arte contemporânea invade Óbidos até final do mês

Arte contemporânea invade Óbidos até final do mês

Várias instalações artísticas espalhadas pelas ruas convidam os visitantes de Óbidos a redescobrir a vila onde, até dia 27, a arte contemporânea se mistura com o património em mais uma edição do “Junho das Artes”.


Dedicada ao tema “Entre Muros” a 3ª edição do evento foi ao final da tarde hoje inaugurada com uma visita guiada por Filipa Oliveira, a curadora convidada deste ano que decidiu centrar-se na identidade de Óbidos enquanto vila situada entre de muralhas.

“Numa vila rodeada por muralhas, o meu desafio aos artistas foi pensarem a relação entre o espaço fora e dentro de ‘muros’ e criar intervenções que motivem as pessoas a redescobrir esta vila” disse à Lusa Filipa Oliveira.

Dezoito “Project rooms” (intervenções artísticas” espalhadas pelas ruas dentro e fora das muralhas, marcam o evento que conta para além da exposição “Entre Muros” com uma mostra de projetos de intervenções públicas de Fernanda Fragateiro.

A exposição intitulada “Toda a Paisagem não está em parte nenhuma” estará patente na Galeria NovaOgiva até outubro e é um dos pontos altos do Junho das Artes, mostrando sete projetos que conciliam escultura, arquitetura e paisagem.

Workshops, uma feira de design urbano, palestras e música ao vivo com conhecidos Dj’s nacionais são outros dos atrativos do junho da Artes, que este ano dá grande destaque à música.

Para além de animação com dij’s nacionais em vários locais da vila, destaque para um concerto a realizar nos antigos armazéns da EPAC, com o grupo Monte Lunai, um grupo de cinco músicos que se dedicam à redescoberta da dança e do baile tradicional, no contexto da música tradicional europeia.

O lançamento do catálogo com todas as peças e intervenções artísticas e musicais patentes no Junho das Artes está agendado para dia 19, e ao longo do mês a arte estará em debate em vários espaços de conferência entre artistas convidados.

A organização é do município de Óbidos, através da Óbidos Patrimonium.

O programa completo pode ser consultado em www.cm-obidos.pt.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

As autarquias deveriam aplicar coimas aos feirantes pelo lixo deixado no recinto dos mercados de rua?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo