Assinar
Sociedade

Abertura do Centro de Saúde de Marrazes adiada duas horas por falta de chave

Dezenas de médicos, enfermeiros, utentes e funcionários tiveram de esperar duas horas pela abertura do Centro de Saúde de Marrazes devido a falha da empresa de segurança.

Dezenas de médicos, enfermeiros, utentes e funcionários do Centro de Saúde de Marrazes tiveram de esperar duas horas hoje de manhã, sexta-feira, pela abertura da unidade. Uma falha da empresa de segurança esteve na origem do problema.

Rondavam as 10 horas, quando os portões do Centro de Saúde Arnaldo Sampaio abriram finalmente portas. Duas horas depois do horário habitual. Rogério Paz, responsável da unidade, adiantou ao REGIÃO DE LEIRIA que a situação irá motivar a abertura de um inquérito de modo a apurar responsabilidades. “Vamos inquirir para saber o que se passou e para que seja eventualmente criada uma alternativa de modo a que não volte a acontecer”, declarou.

Segundo o médico, houve uma “falha da empresa de segurança”, que sempre procedeu à abertura e encerramento do centro de saúde. “Desde o início é a única detentora da chave”, revelou.

Apesar dos constrangimentos registados nos diversos serviços da unidade – consultas e serviços de enfermagem do Centro de Saúde, Unidade de Saúde Familiar, Consulta Aberta e Saúde Pública, entre outros -, Rogério Paz referiu haver condições para recuperar os atrasos ao longo do dia. “Os atrasos são recuperáveis com um pouco de esforço”, sublinhou.

Apesar da indignação e impaciência manifestada pelos utentes à porta da unidade, o médico disse que o atendimento decorreu dentro da normalidade. “Tratou-se de uma situação involuntária pela qual pedimos desculpa”, acrescentou o responsável.

Martine Rainho
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.