Assinar
Sociedade

Associações de bombeiros recorrem à banca para pagar novas viaturas

A poucos dias da data limite para entrega das candidaturas ao QREN 2011, várias corporações de bombeiros manifestam dificuldade em obter a fatia de 30% que terão que suportar e recorrem à banca.

Ninguém escapa à crise. Em Janeiro, a notícia foi apresentada com pompa e circunstância. Dezasseis viaturas serão entregues ao mesmo número de corporações de bombeiros do distrito, através de uma candidatura ao QREN, com 70% de comparticipação.

Agora, a poucos dias da data limite para entrega das candidaturas, várias corporações manifestam dificuldade em obter a fatia de 30% que terão que suportar e recorrem à banca para conseguir suportar a despesa.

Outras associações estão a procurar apoios de empresas e autarquias e os Voluntários de Mira de Aire abdicara mesmo da candidatura, alegando que não conseguiriam cumprir com o estabelecido (45 mil euros).

“Iríamos hipotecar o futuro da corporação e a compra de novas ambulâncias nos próximos anos. Mira de Aire está a atravessar uma grave crise e não nos podemos suportar em apoios vindos da população”, explica o comandante Carlos Jorge.

Leia mais na edição em papel de 25 de Março de 2011.

Marina Guerra (texto)
marina.guerra@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (fotografia)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.